3º Caipirandando amplia número de participantes e recebe elogios

Atividade reuniu mais de 170 pessoas, no último fim de semana, para um percurso com cerca de 20 km de caminhada

Com mais de 170 participantes, foi realizado no sábado, 19/02, o 3º Caipirandando, evento de caminhada organizado pela Prefeitura de Piracicaba, por meio da Secretaria de Esportes, Lazer e Atividades Motoras (Selam). A terceira edição, que quase dobrou o número de inscritos em relação à segunda, quando 95 pessoas participaram, teve um percurso de aproximadamente 20 km, com a largada no Centro Cívico, onde ocorreu a concentração para o aquecimento. O trajeto cruzou o bairro Nova Suíça e teve como destino final o Sítio Recanto do Basso, na região do bairro Floresta.
“A experiência é melhor a cada edição, percebemos isso pelo interesse que o evento está despertando nas pessoas. Para nós, é motivo de satisfação. Estamos ansiosos para a quarta etapa, que será realizada em março”, afirmou Alexandre Nascimento, chefe do setor de Eventos da secretaria. Segundo Nascimento, serão realizadas 12 edições do Caipirandando neste ano. “Além da caminhada, nós estamos preparando rotas que podem ser feitas de bicicleta. É nosso objetivo para 2022”, complementou.
Realizado em novembro do ano passado, o primeiro Caipirandando saiu do Engenho Central e teve o balneário de Ártemis como ponto final. A segunda edição, em dezembro de 2021, começou no clube da Associação dos Funcionários Públicos Municipais de Piracicaba (AFPMP), no bairro Jardim Caxambu, com a chegada no município de Saltinho. No último fim de semana, o fim do trajeto seria no Horto de Tupi, mas o local está fechado para eventos devido ao aumento no número de casos de Covid-19 e H3N2. Em todas as edições, a caminhada passou por áreas rurais, o que proporciona aos participantes maior contato com a natureza.
“Achei excelente, super organizado, pessoas educadas e o caminho 100% seguro. O evento começou pontualmente às 6h, conforme o combinado. Acredito que a Prefeitura precisa investir mais nesses eventos gratuitos para incentivar a população a participar de passeios que envolvem a natureza, aprender a respeitar e proteger o que temos de precioso em nossa cidade”, elogiou a técnica em nutrição Tatiane Moral Scaglione Stella. “O local em que a rota terminou é muito acolhedor. Gostei bastante, com certeza vou participar mais vezes. A Selam está de parabéns!”, completou.
Já a funcionária pública Érica Xavier Carvalho destacou outros pontos positivos do Caipirandando. “O evento foi bem organizado, com as equipes e carros de apoio, todo o suporte disponibilizado nota 10. Foi uma atividade que contribuiu para proporcionar um sábado diferente, divertido e saudável, além da interação e harmonia entre os participantes e o incentivo ao esporte, em especial as atividades ao ar livre que fazem tão bem para a nossa saúde física e mental. O trajeto foi maravilhoso, espero que mais eventos como esse sejam realizados e que mais caminhos sejam explorados”, falou.
O físico Rafael Willian completou 37 anos no dia do evento e saiu muito satisfeito com a experiência. “A organização foi excelente, desde a inscrição ao apoio no retorno de micro-ônibus. Nostalgia é a palavra que melhor define meu sentimento. Quando soube da caminhada pelas redes sociais, lembrei que ainda tinha alguns equipamentos de trilha empoeirandos. Foi uma das melhores decisões do ano até agora, mesmo com o perrengue de ter que terminar o percurso praticamente descalço. Agradeço a Selam pela iniciativa, eu não imaginava que ainda pudesse redescobrir minha cidade natal em ótima companhia. Acendeu novamente a chama de aventureiro em mim”, finalizou.

Texto: Leonardo Moniz/Selam
Fotos: Divulgação

Aniversariante
do dia Rafael Willian terminou a atividade sem as solas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.