Grupo de Referência do Projeto Guri de Jundiaí
tocará no Teatro Sylvia de Alencar Matheus, em Vinhedo

Grupo de Referência do Projeto Guri de Jundiaí
tocará no Teatro Sylvia de Alencar Matheus, em Vinhedo
Espetáculo gratuito está previsto para acontecer no dia 25 de junho, às 19h;
Orquestra sinfônica e regente convidada trazem no repertório obras de Mozart

Os Grupos de Referência do Projeto Guri no Interior e Litoral, programa de educação musical e inclusão sociocultural da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Governo do Estado de São Paulo, gerido pela Santa Marcelina Cultura retornam aos palcos. Ao longo do mês de junho, serão 12 espetáculos em diferentes espaços e cidades do Estado de São Paulo. Todas as apresentações são gratuitas e abertas ao público.

O Grupo de Referência de Jundiaí — Orquestra Sinfônica convidada Fabrícia Medeiros para apresentação de peças dos compositores Edward Elgar e Mozart. O espetáculo será no Teatro Municipal Sylvia de Alencar Matheus, em Vinhedo, no dia 25 de junho, às 19h.

O Grupo de Referência de Jundiaí — Orquestra Sinfônica já tocou sob a regência de André Sanches, Jean Reis e Carlos Moreno. Entre as apresentações destacam-se a abertura da Virada Cultural, em Jundiaí (2013); o concerto do Dia das Mães, com o solista Paulo Paschoal, da OSESP (2014); Festival de Música de Boituva, com Ná Ozzetti (2013); concerto com Leci Brandão, no Auditório Ibirapuera (2015), além de participação no espetáculo ‘Lendas Amazônicas’. Em 2017, sob a regência de Felipe Sena, integrou o programa ‘Cartas Brasileiras’, da flautista Lea Freire, com Amilton Godoy, Fabio Peron e Vinicius Barros. Em 2021, na obra ‘A Suíte Aquática’, de Händel, tocou em espetáculo audiovisual com a cravista Isabel Kanji.

O que são os Grupos de Referência
Formados por alunos e alunas de diferentes polos do Projeto Guri em estágio avançado de aprendizado, os Grupos de Referência são conjuntos que têm um papel de referência e motivação para os demais integrantes do Projeto. Os GRs, como são conhecidos, oferecem a experiência de compromisso, responsabilidade e execução de repertório qualificado, com desafios técnicos e artísticos compatíveis com seu estágio de desenvolvimento musical. Implantados em 2010, os Grupos concentram hoje 381 Guris e Gurias.

Ao todo, são 13 grupos e nove formações musicais diferentes: grupo de percussão, camerata de violões, camerata de cordas friccionadas, camerata de cordas dedilhadas, orquestra sinfônica, banda sinfônica, big band, coral e coral com percussão. Cada formação desenvolve uma linguagem específica, abordando diferentes épocas e estilos, incluindo música popular e erudita.

Cada grupo ensaia duas vezes por semana, com uma carga horária de quatro horas semanais. Os ensaios acontecem nos polos-sede distribuídos por 13 cidades: Araçatuba, Bauru, Franca, Itaberá, Jundiaí, Lorena, Marilia, Piracicaba, Presidente Prudente, Santos, São Carlos, São José do Rio Preto e Sorocaba.

Programa de incentivo
Todos os alunos e alunas recebem bolsa-auxílio mensal para despesas com transporte e manutenção dos instrumentos, entre outros benefícios, viabilizando a participação do aluno nas aulas, ensaios e apresentações, incentivando seu desenvolvimento musical. Há também um auxílio deslocamento aos alunos que moram mais distantes do polo.

Integrantes que não possuem instrumento podem participar do ‘Toca Mais, Guri’, um programa de empréstimo no qual, durante o ano, alunos e alunas contam com um instrumento musical para os estudos domiciliares e utilização em ensaios e concertos.

Na cidade de Jundiaí, o Projeto Guri tem o apoio da Prefeitura Municipal de Jundiaí, Grupo CCR e empresa Castelo Alimentos. Para este evento, o Grupo de Referência terá também o apoio da Prefeitura Municipal de Vinhedo.

SERVIÇO
Grupo de Referência de Jundiaí — Orquestra Sinfônica
Regente convidada: Fabrícia Medeiros
Data: 25/06/2022
Horário: 19h
Local: Teatro Municipal ‘Sylvia de Alencar Matheus’
Endereço: R. Monteiro de Barros, 101, Centro — Vinhedo/SP
Entrada gratuita

Projeto GURI: O Projeto GURI é um programa do Governo do Estado de São Paulo gerido pela Santa Marcelina Cultura, por meio de contrato de gestão celebrado com a Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo. O GURI atende gratuitamente mais de 60 mil crianças e adolescentes entre 6 e 18 anos em todo o Estado de São Paulo, buscando proporcionar oportunidades de crescimento cultural e inclusão social por meio de uma educação musical de qualidade apoiada por um trabalho social efetivo, por meio dos seus 384 Polos de Ensino. Desde a criação do Projeto Guri em 1995, já foram atendidas perto de 1 milhão de crianças e adolescentes.

Santa Marcelina Cultura: eleita a melhor ONG de Cultura de 2019, além de ter entrado na lista das 100 Melhores ONGs em 2019 e 2020, a Santa Marcelina Cultura é uma associação sem fins lucrativos, qualificada como Organização Social de Cultura pelo Governo do Estado de São Paulo, por meio da Secretaria de Cultura e Economia Criativa que atua com a missão de formar pessoas. Criada em 2008, é responsável pela gestão do Guri na Capital e região Metropolitana de São Paulo, da Escola de Música do Estado de São Paulo — Tom Jobim (EMESP Tom Jobim), do Theatro São Pedro e do Projeto Guri no Interior, Litoral e Fundação Casa. O objetivo da Santa Marcelina Cultura é desenvolver um ciclo completo de formação musical integrado a um projeto de inclusão sociocultural, promovendo a formação de pessoas para a vida e para a sociedade. No Theatro São Pedro, a Santa Marcelina Cultura desenvolve um trabalho voltado a montagens operísticas profissionais de qualidade aliado à formação de jovens cantores e instrumentistas para a prática e o repertório operístico, além de se debruçar sobre a difusão da música sinfônica e de câmara com apresentações regulares no Theatro. Para acompanhar a programação artístico-pedagógica do GURI Capital e Grande São Paulo, da EMESP Tom Jobim e do Theatro São Pedro, baixe o aplicativo da Santa Marcelina Cultura. A plataforma está disponível para download gratuito nos sistemas operacionais Android, na Play Store, e iOS, na App Store. Para baixar o app, basta acessar a loja e digitar na busca “Santa Marcelina Cultura”.

Assessoria de imprensa
Máquina Cohn & Wolfe|

Adolfo Morais

Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo
Crédito: Divulgação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.