Mondelez demite 800 trabalhadores em Piracicaba e 1.027 em Bauru

FONTE: Assessoria de imprensa da Fetiasp

Fânio Luis Gomes, presidente do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Alimentação de Piracicaba

A Mondelez Brasil Ltda, empresa de alimentos que produz o biscoito Nabisco em Piracicaba e balas (halls) em Bauru anunciou hoje (dia 1º de março) aos funcionários que fechará as duas unidades instaladas nestas cidades até o final do ano. “São 800 trabalhadores em Piracicaba e 1.027 em Bauru que perderão seus empregos. Os sindicatos foram pegos de surpresa. No dia 27 (terça-feira) a empresa comunicou ao sindicato e conseguimos apenas fechar um pacote de benefícios. A empresa está irredutível e alegou queda nas vendas , disse Fânio Luis Gomes, presidente do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Alimentação de Piracicaba.

Já em Bauru, a empresa avisou o sindicato somente hoje (dia 1º), segundo Antonio Carlos De Oliveira Mateus, presidente do sindicato da categoria em Bauru. O sindicalista informou que esta é a maior empresa da cidade e cerca de 3 mil famílias serão prejudicadas.

A Mondelez informou aos trabalhadores que a produção será transferida para as unidades de Curitiba (PR) e Vitória de Santo Antão (PE) até o final do ano. Aqueles que desejarem poderão se mudar para estas localidades para trabalhar nestas fábricas. As demissões ocorrerão em três etapas: final de abril, junho e agosto.

O pacote de benefícios negociado para as duas unidades (Bauru e Piracicaba) é o seguinte:

1) Indenização correspondente a 30% do salário-base por tempo de serviço;
2) Extensão do plano de saúde e seguro de vida por seis meses e,
3) Concessão de ticket alimentação (cesta básica) por seis meses.
4) Pagamento da PLR