Ministério da Saúde antecipa campanha de vacinação contra gripe no Amazonas

Repórter Janary Bastos Damacena

A vacinação contra a gripe começa nesta quarta-feira no Amazonas. Apesar do inicio da mobilização nacional estar prevista apenas para o mês de abril , o Ministério da Saúde decidiu antecipar a campanha para o estado por conta da ocorrência de casos e óbitos por influenza, desde fevereiro deste ano. Em todo ano de 2018 foram registrados 17 casos e 3 mortes por gripe no Amazonas. O anuncio foi realizado nessa terça-feira (19), pelo secretário de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, Wanderson Kleber, que participou de reunião com o Comitê de Enfrentamento ao vírus H1N1, com órgãos do Estado e da prefeitura de Manaus.

“A produção da vacina de influenza é um processo complexo, que se inicia no ano anterior, baseado um conjunto de vírus que circulam no hemisfério sul e a produção se inicia. Nós tivemos um esforço extremamente grande do Instituto Butantan, de São Paulo; da Agência Nacional de Vigilância Sanitária; e do Instituto Nacional de Controle de Qualidade em Saúde (INCQS), que fica na Fiocruz; para dar conta de entregar ao povo do Amazonas um conjunto de doses que perfaz quase a totalidade da programação planejada no interior”.

As vacinas são destinadas aos grupos mais vulneráveis à doença como crianças de 6 meses a 5 anos de idade, idosos, gestantes, mulheres que deram à luz nos últimos 45 dias, professores, profissionais de saúde, entre outros. A lista segue a recomendação da Organização Mundial de Saúde. A meta é vacinar, pelo menos 90%, dos grupos elegíveis para vacinação.