Conheça as tendências em cirurgia plástica para 2019

Procedimentos que proporcionam efeito ‘beleza natural’ devem ganhar mais popularidade no próximo ano. Cirurgiã plástica Tatiana Moura lista alguns deles

Conquistar uma aparência bonita e mais natural, longe da artificialidade, será a maior tendência em cirurgia plástica para 2019, apostam cirurgiões plásticos de todo o mundo. É o que os médicos estão chamando de “era dos procedimentos estéticos minimamente invasivos”, ou seja, procedimentos que fazem apenas pequenas intervenções, mas produzem resultados altamente satisfatórios e capazes de transformar o visual do paciente.

Dados da Sociedade Americana de Cirurgia Plástica revelam um crescimento de quase 200% no número de procedimentos estéticos minimamente invasivos realizados desde 2000. No Brasil, a procura também vem aumentando, garante a cirurgiã plástica Tatiana Moura.
“Os melhores cirurgiões plásticos sempre buscaram o resultado mais harmônico para seus pacientes. O ideal é que os outros observem que a pessoa está mais bonita, mas sem identificar exatamente o que ela fez. Esse é o grande barato da cirurgia plástica”, opina a médica. “Agora, os pacientes também estão buscando isso, justamente porque a perfeição seria a beleza natural. Não existe nada mais belo do que a beleza natural de cada um”, completa.

Procedimentos que prometem ficar mais populares em 2019 foram desenvolvidos com o principal objetivo de proporcionar um efeito de nuance na aparência em vez de uma transformação radical. É o caso da plástica nas mamas o implante de silicone antes grande que vestia manequim 46, 48 agora passou para o 40, 42. Outro exemplo de tendência para o próximo ano é o levantamento labial, que pode ser feito em menos de uma hora, sob anestesia local. Ele eleva as bordas do lábio superior, dando a ele um contorno mais definido, o que rejuvenesce o sorriso.
“Os procedimentos minimamente invasivos, como a toxina botulínica, o preenchimento facial com ácido hialurônico, o MD Codes, o Sculptra e o Radiesse, são os queridinhos dos consultórios de cirurgia plástica e de dermatologia. Eles melhoram o aspecto do rosto e o rejuvenescem. Muitas vezes, conseguimos postergar a cirurgia plástica ou mesmo dispensá-la, caso o paciente não queira operar”, explica a cirurgiã plástica Dra. Tatiana Moura. A grande vantagem desses procedimentos é que eles são realizados em consultório, em cerca de 30 minutos. Em geral, não deixam hematomas e não exigem repouso, o que significa que a pessoa pode imediatamente seguir com suas atividades normais.

Segundo a médica, as cirurgias mais recomendadas para quem quer fazer pequenas intervenções na aparência são aquelas na área da face, porque mesmo mudanças sutis nessa região já melhoram muito a aparência. “A rinoplastia, para correção de nariz que deve considerar o tamanho do rosto, a herança étnica – sendo assim, não mais focar naquele nariz muito pequeno. A otoplastia, ideal para quem tem orelhas em abano; e a blefaroplastia, que retira o excesso de pele das pálpebras, são exemplos de procedimentos que realçam a beleza de cada um com pequenos ajustes”, diz a médica.

Sobre Dra. Tatiana Moura
• Graduada pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo.
• Título de Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica.
• Membro Especialista da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica.
• Residência Médica em Cirurgia Geral no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina USP.
• Residência Médica em Cirurgia Plástica no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina USP.
• Mestrado em Cirurgia Plástica pela Faculdade de Medicina USP.
• Médica Colaboradora voluntária na equipe de Cirurgia Plástica Infantil no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP.
Dra. Tatiana de Moura Cirurgiã Plástica Clinica Tera

Inicio


https://www.facebook.com/DraTatianaMouraCirurgiaPlasticaEsteticaEReparadora/

UPDATE COMUNICAÇÃO INTELIGENTE