Aprendendo sobre as Cores

Muitas vezes, ao pintar um imóvel, a escolha das cores segue apenas as preferências pessoais, sem se levar em consideração a sua influência e os aspectos psicológicos e emocionais. A utilização correta das cores abre um amplo leque de possibilidades. Com elas, pode-se valorizar um ambiente de pequenas proporções, transmitir tranqüilidade para um ambiente agitado ou mesmo estimular o trabalho criativo. Confira, nas dicas abaixo, como tirar o melhor proveito de cada cor
Cores Quentes

Tendendo para o amarelo, e seus matizes para os alaranjados e avermelhados, as cores quentes estimulam a circulação sangüínea do observador, aumentando a temperatura do corpo. São cores associadas naturalmente ao verão e à vivacidade.
Vermelho


É a mais excitante das cores pois estimula os jogos, o dinamismo, a ação, a energia e o impulso. Por outro lado, pode levar à violência, à inquietação e ao aumento da pressão sangüínea. Ambientes com predomínio dessa cor dão a sensação de que o tempo passa mais rápido.
Laranja


Considerada como um subvermelho, essa cor traz dificuldade em conciliar racional e emocional e induz a comportamentos irrefletidos. É também a cor mais radiante.
Amarelo


É a que mais estimula o intelecto, a criatividade. Representa o sol, princípio da vida, e também luzes de emergência, alerta.
Cores Frias
Tendendo para o azul e seus matizes entre o verde e violeta. Ao contrário das cores quentes, as cores frias diminuem a circulação sangüínea do observador, reduzindo a temperatura do corpo. São cores associadas à calma, à harmonia, à paz, mas também à tristeza e à melancolia.
Verde


O verde é considerado uma cor fria, porém muitos estudiosos o consideram como uma cor de transição entre as cores quentes e frias. Por ocupar essa posição de transição, o verde é tido como uma cor de harmonia e equilíbrio. Exige menos esforço dos músculos para a sua focalização e por essa razão, é mais relaxante, diminui a ansiedade, refresca e restaura.
Azul


Causa a impressão de que o tempo passa mais lentamente. Acalma, seda, faz diminuir a pressão sangüínea. Ambientes com essa cor dão a sensação de maior profundidade.
Violeta


É a mais correlacionada ao misticismo. Mistura entre vermelho (carne, matéria) e azul (céu, espírito).
O Branco
É a luz total, o somatório de todas as cores. Promove aproximação, sugere libertação, pureza, higiene e ausência de perigo.
O Preto
Relacionada à testosterona, representa agressividade, distanciamento, autoridade e disciplina. As cores que tendem para o preto, como azul-marinho, marrom-escuro e, em especial, o cinza, geram uma grande tendência à depressão. Um ambiente muito escuro passa a impressão de que é menor em volume.
Cores Complementares
São as cores diametralmente opostas dentro do círculo cromático. Quando uma cor é colocada lado a lado com sua cor complementar, elas se intensificam pelo contraste simultâneo. Quando desejamos chamar muita atenção para um objeto ou lugar, é só aplicarmos cores complementares,
afinal, os opostos se completam e quando juntos criam um efeito visual fantástico.