Queda da poluição devido a COVID-19 diminue raios em São Paulo


Estudo do ELAT sobre o período do distanciamento social ajuda a compreender a formação das “super” tempestades na cidade
Estudo do cientista Osmar Pinto Junior, coordenador do Grupo de Eletricidade Atmosférica (ELAT) do INPE, analisou dados de descargas atmosféricas de 20 de março a 02 de abril de 2020, período em que o distanciamento social devido a COVID-19 diminuiu cerca de 20% a poluição na cidade de São Paulo, de acordo com observações feitas em diversas estações pelo projeto World Air Quality. A conclusão inédita foi que os raios – aquelas descargas que vem para o chão e trazem com eles prejuízos e mortes – diminuíram muito com a redução da poluição. O contrário ocorreu para os relâmpagos que ficam dentro das nuvens.
Em 2020, no período estudado, apenas 4% do total das descargas atingiram o solo, enquanto que nos anos anteriores, nesse mesmo período, este percentual variou de 40% a 63%. O estudo confirma que as “super” tempestades, com mais três mil raios, que tem ocorrido em São Paulo nos últimos anos são consequência não somente do aumento local da temperatura, conhecido como “ilhas de calor”, como do aumento da poluição na cidade.
As mudanças nos padrões de urbanização da cidade de São Paulo trouxeram com elas grandes mudanças na formação das tempestades, que se recuarmos no tempo deveriam ter um percentual ainda menor de raios em relação à relâmpagos dentro das nuvens. Relatos do padre José de Anchieta aos seus superiores na Europa, em 1554, durante a descoberta de Piratininga, a aldeia que deu origem a cidade de São Paulo, comprovam isso. “Os trovões fazem tão grande estampido, que causam muito terror, mas raras vezes arremessam raios; os relâmpagos (dentro das nuvens) lançam tanta luz, que diminuem e ofuscam totalmente a vista, e parecem de certo modo disputar com o dia na claridade”.

Assessoria de imprensa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.