Arthur Zanetti se adapta e mantém rotina regrada de treinamentos em casa durante o confinamento

Em live no canal do Time Brasil, campeão olímpico relata que segue preparação em casa como se estivesse no ginásio

Os fãs do canal do Time Brasil no Instagram puderam entender algumas das razões do sucesso do campeão olímpico Arthur Zanetti nesta segunda-feira, dia 4. Em live conduzida pela coordenadora médica do Comitê Olímpico do Brasil (COB), Ana Carolina Côrte, o “rei das argolas” contou que, mesmo dentro de casa, vem mantendo uma rotina disciplinada de treinamentos, alimentação e descanso, como se estivesse dentro do ginásio.

“Estou encarando todo dia como um treino normal. Sigo minha dieta, dois treinos por dia, descanso, preventivo e parte física. A preparação mental está igual a como se eu estivesse no ginásio”, revelou Zanetti.

O tema central do bate-papo entre o ginasta e a médica do COB foi a importância do trabalho de prevenção contra lesões. Neste sentido, o campeão olímpico listou os três pilares que considera fundamentais para a preparação perfeita de um atleta e que vem seguindo à risca, mesmo em confinamento: treino, alimentação e descanso.

“É claro que no momento atual, a gente perde massa muscular e força, então temos que ter cuidado. Tudo com a maior cautela para não ter lesões. Vimos que com esse trabalho conseguimos preveni-las. Porque a pior coisa para o atleta é ficar fora de treino e competição”, disse Zanetti, corroborado pela Dra. Ana Carolina: “Nosso objetivo como equipe multidisciplinar é garantir o melhor estado de saúde para que o atleta possa treinar e estar bem durante a competição”, reforçou a médica.

O campeão olímpico está usando a criatividade para praticar atividades físicas dentro de casa, em São Caetano do Sul (SP), com direito à adaptação de seu equipamento favorito, as argolas. “O treino na quarentena tem sido atípico e estamos usando o que temos em casa: sofá, cama e cadeira. Na semana passada, achei uma viga na minha garagem e adaptei umas argolas. Não dá pra fazer a preparação igual à que faço no ginásio, mas tenho feito coisas básicas, como prancha e flexão”, relatou o medalhista de ouro em Londres 2012 e prata no Rio 2016.

A alimentação tem sido um dos pontos mais desafiadores para Zanetti dentro de casa. “Seguir uma dieta 100% é bem complicado, mas trabalhamos com o nosso corpo e temos que nos manter no peso. Quanto mais pesado eu tiver, mais força terei que fazer e o meu corpo vai sofrer. Temos que manter essa dieta para nos recuperarmos direito para o próximo treino e prevenir as lesões”, afirmou Zanetti.

A coordenadora médica do COB complementou: “O foco é esse mesmo. O treino não acaba dentro do ginásio. Tem muita coisa fora, como o cuidado com o corpo, a alimentação e o sono, para a recuperação”.

A médica do COB trabalha com a seleção brasileira de ginástica artística desde 2013 e conhece bem as virtudes do campeão olímpico. Ana Carolina acredita que o atleta aproveitará de forma positiva este período de isolamento. “Trabalho com ele desde 2013 e a dedicação dele é incrível. Não tenho dúvidas que só vai tirar vantagem disso tudo. Com a sua disciplina e foco, enquanto muita gente está se perdendo nessa quarentena, que é muito difícil, você vai sair na vantagem. Por toda noção que o Arthur tem de disciplina, foco, cuidado. Falamos de tantos parâmetros de prevenção de lesão e precisamos usá-los. A ciência do esporte tem evoluído para que a gente possa transformar esses dados em informações e usar isso no nosso foco que é o atleta.

O adiamento dos Jogos Olímpicos atrapalhou os planos, mas não tirou a confiança de Zanetti. “A gente estava bem preparado e com um planejamento perfeito. Fiquei um pouco chateado porque estava pronto para competir em julho na minha melhor forma. Agora é voltar as energias, o foco. Foi bom ter adiado, porque não haveria condições de todos competirem em igualdade. Então, agora vamos ter mais um ano de preparação para ficar ainda mais forte e melhor”, projetou o ginasta, que vai em busca de sua terceira medalha consecutiva em Tóquio.

A programação de lives no Instagram do Time Brasil continua nesta semana. Na quinta-feira, às 18hs, Edival Marques, o Netinho, que garantiu a vaga para os Jogos Olímpicos de Tóquio, vai responder perguntas dos seguidores. Ele é um dos três atletas do taekwondo que vão representar o Brasil no Japão. Já na sexta-feira, dia 8 de maio, às 10hs, Giovanna Pedroso, atleta dos saltos ornamentais, e o preparador físico Leonardo Azevedo se encontram para falar sobre sua preparação.
Imprensa COB

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.