Dicas

Dicas

Lubrificantes
Pense no motor como sendo o coração do seu carro e o óleo como o sangue bombeado por ele. Um não funciona sem o outro. Portanto, siga rigorosamente as recomendações do fabricante do seu veículo quanto às trocas de óleo de motor. Este cuidado pode significar uma economia considerável de lubrificante e combustível e maior vida útil para o motor. Não deixe, da mesma forma, de fazer a manutenção dos óleos transmissão e diferencial, e se for o caso, também o de direção hidráulica. A esses itens devemos dar o mesmo grau de importância, para o bom funcionamento do seu carro.

Fluídos
a) Fluidos de freio – o sistema de freios constitui-se num ítem de segurança do seu carro. Se devidamente regulado e conservado, assegura uma frenagem perfeita, sob as mais diversas condições de trânsito. Portanto, verifique regularmente o nível do fluido de freio do reservatório. Ao menor sinal de irregularidade neste item, como pedal de freio mais baixo ou luz de freio do painel acesa, consulte um mecânico imediatamente. b) Água e fluido do radiador – sabemos que os motores trabalham a uma temperatura maior que 100°C e, desta forma, a água sozinha não cumpre a sua principal função, que seria a de refrigerar o motor. Sendo assim, devemos usar no sistema de arrefecimento uma combinação de água e fluido refrigerante, que além de assegurar uma perfeita refrigeração do motor, lhe garante também proteção, evitando ferrugem e consequentemente, vazamentos no sistema. c) Água de bateria – verifique periodicamente o sistema elétrico do seu veículo. Examine a cada trinta dias o nível da água (baterias convencionais) e quando necessário, acrescente somente água destilada e lembre-se de não ultrapassar o nível. Verifique se há oxidação nos pólos positivos e negativos, e caso haja, limpe-os com uma solução de água + carbonato de sódio. Outra dica importante: se for deixar o seu veículo parado por mais de uma semana, desligue o cabo negativo da bateria. Mas atenção, este procedimento não deve ser adotado caso o veículo possua computador de bordo ou som com sistema código. d) Água para o limpador de pára-brisa – é recomendável que se mantenha neste reservatório uma solução de água + sabão específico, pois em caso de chuva, essa combinação pode auxiliar na visibilidade, mantendo o pára-brisa desengordurado e sem a lama, geralmente levantada pelo veículo da frente.

Filtros
a) Filtro de óleo – este ítem é responsável pela retenção de partículas abrasivas oriundas da queima de combustível e do desgaste das peças móveis do motor. A manutenção deste filtro deve ser feita conforme a recomendação do fabricante do veículo, porém é desejável que a cada troca de óleo se faça também a troca do filtro, de forma a garantir suas funções principais. b) Filtro de ar – a manutenção correta deste item pode evitar excessivo consumo de combustível ou baixo rendimento do motor, já que este tem a importante função de reter as partículas de poeira e fuligem do ar, utilizado para a queima do combustível. Deve-se trocar este item sempre seguindo a recomendação do fabricante do veículo, em geral de cada 15 a 20 mil km. Porém, em locais de grande concentração de poeira, esta troca deve ser mais freqüente. c) Filtro de combustível – este tem o papel de reter as impurezas em suspensão na gasolina ou no álcool. A verificação deste ítem em veículos carburados deve ser feita entre 8 e 15 mil km e para os veículos com injeção direta, entre 15 e 40 mil km, conforme a recomendação do fabricante.
Pneus
Calibre semanalmente, com eles frios, de acordo com a pressão indicada pelo fabricante do veículo. Faça também o rodízio a cada 5 mil km. O alinhamento e o balanceamento das 4 rodas devem ser feitos pelo menos a cada 10 mil km. Mantenha as válvulas sempre tampadas e evite excesso de carga. Examine sempre o sulco do pneu, e quando estiver com uma espessura de 1,6 mm, ou se estiver com algum corte ou bolha, é hora de trocar.
Extintor de incêndio
Observe sempre se está dentro do prazo de validade, caso contrário você pode se ver em sérios apuros se precisar dele, ou na hora de fazer a vistoria do Detran.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.