Bolsa Atleta beneficia 44 dos 171 esportistas já garantidos em Tóquio 2020

Dos 44 atletas garantidos na Olimpíadas de Tóquio 2020, 90% são beneficiados pelo Bolsa Atleta

O Brasil já tem 171 vagas garantidas nos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020. Desses esportistas, 44 são beneficiados pelo Bolsa Atleta. O programa, da Secretaria Especial do Esporte do Ministério da Cidadania, investe, anualmente, R$ 5 milhões nos esportistas beneficiados pelo Bolsa Pódio.

Entre os atletas que já garantiram o passaporte para o Japão, seja por índice ou por classificação direta, 34 integram, individualmente, a categoria Pódio, a mais alta do programa. Além disso, há três nomes na categoria Olímpica, dois na Internacional e um na Nacional.

“A Bolsa Pódio é fundamental para nós, porque nos ajuda a tornarmos os nossos sonhos realidade. Esse apoio ajuda com as despesas e a chegar muito melhor aos nossos objetivos”, afirma a ginasta Flávia Saraiva, beneficiada pelo Bolsa Atleta desde 2013.

No último mês de fevereiro, o Brasil ampliou o quadro de vagas garantidas. A seleção masculina de futebol terminou em segundo lugar no Torneio Pré-Olímpico, na Colômbia, e vai defender o título inédito alcançado nos Jogos Rio 2016. Na vela, Robert Scheidt, Gabriel Borges/Marco Grael e Kahena Kunze/Martine Grael confirmaram os nomes durante os Mundiais das classes, na Austrália.
Jogos Paralímpicos

Entre os atletas paralímpicos, o Brasil já garantiu 119 vagas até o momento. Desses, 26 são beneficiários do Bolsa Atleta e vão disputar nas modalidades: atletismo, hipismo, natação, taekwondo, tênis de mesa e tiro esportivo. São 24 atendidos pela categoria Pódio (92,3%) e dois pela Paralímpica.

A expectativa do Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) é que a delegação nacional tenha cerca de 230 atletas e que mantenha o país entre os dez primeiros no quadro geral de medalhas. No Rio 2016, o Brasil terminou em oitavo lugar, com 72 medalhas: 14 de ouro, 29 de prata e 29 de bronze.
Bolsa Atleta

O Bolsa Atleta foi criado em 2005 e já concedeu mais de 69,5 mil bolsas, para 27 mil atletas, superando R$ 1,2 bilhão de investimento. A última edição do programa, em dezembro do ano passado, contemplou 6.248 atletas.

Nos Jogos Olímpicos Rio 2016, das 19 medalhas conquistadas pelo Brasil, apenas o ouro do futebol masculino não contava com bolsistas. Já nos Jogos Paralímpicos, todas as 72 medalhas foram conquistadas por beneficiados do programa.

Flávia Saraiva é beneficiada pelo Bolsa Atleta desde 2013 – Foto: Abelardo Mendes Jr/ rededoesporte.gov.br

Com informações da Rede Nacional do Esporte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.