Petit Gâteau

Lista de compras

100g de chocolate em barra meio amargo ou amargo picado (de preferência com 70% de cacau, se achar)
100g de manteiga sem sal (+ o suficiente para untar as formas bem untadas)
100g de açúcar refinado
50g de farinha de trigo
1 pitada de sal
2 ovos inteiros
2 gemas
cacau em pó – o suficiente para polvilhar as formas

Modo de preparo
• Unte muito bem, generosamente, as formas com manteiga e polvilhe com cacau em pó.
• Numa vasilha, derreta em banho-maria o chocolate junto com a manteiga até obter uma pasta lisa, brilhante e homogênea. Desligue o fogo e reserve mantendo a tigela na água quente. Se, preferir, use o microndas.
• Separe as gemas das claras. Numa outra vasilha, coloque as claras e, depois, junte todas as gemas, passando-as por uma peneira para tirar a pele.
• Bata os ovos na batedeira até aumentarem de volume e clarearem um pouco.
• Acrescente o açúcar e continue batendo até que fique bem incorporado.
• Acrescente a farinha de trigo e a pitada de sal e bata, também, até incorporá-la bem.
• Pegue a pasta de chocolate e bata, também, com a batedeira por uns dois minutos.
• Depois, volte a tigela da massa de ovos para a batedeira e vá acrescentando a ela a pasta de chocolate, sempre batendo. Use a espátula para auxiliar na homogeneização da massa com o chocolate. Bata muito bem a mistura.
• Com uma colher, encha as formas com a massa, até pouco mais que a metade, deixando pelo menos um dedo abaixo da borda.
• Cubra as formas com filme e coloque na geladeira por duas horas, no mínimo.
• Vinte minutos antes assar, acenda o forno na temperatura máxima (lembre-se que um dos segredos do petit gâteau é a temperatura – alta – do forno).
• Coloque as formas numa única assadeira para facilitar o manuseio e ponha para assar no forno, sempre na temperatura máxima.
• Daí pra frente, olho no relógio e no forno. A menos que seu forno seja profissional ou super potente, seu petit gâteau vai assar entre 8 e 12 minutos. Como saber a hora certa para tirá-lo do forno, já foi explicado acima, é só conferir.
• Depois de tirar do forno, aguarde uns 3 minutos para que ele esfrie apenas o suficiente para não explodir o creme na hora de desenformar.
• Normalmente, ele sai fácil da forma (as vezes fácil demais até, é preciso atenção para que não escorregue do prato). Mas, caso balançando a forminha você sinta que ele ainda não se desprendeu totalmente, solte-o passando uma faquinha serrilhada em torno da borda interna da forma.
• Para desenformar, coloque o prato em que será servido virado de cabeça para baixo sobre a forminha e vire.
• Decore com uma folha de hortelã, uma cereja, ou da forma que melhor lhe agradar e siirva com sorvete. O mais comum é servir com sorvete de creme, mas escolha o sabor que mais agradar ao seu paladar. Pistache, por exemplo, harmoniza muito bem.
Dica: A massa pode ser conservada na geladeira por uma semana sem assar ou congelada. Congele a massa crua já enformada e, quando quiser assar, retire do freezer e deixe descongelar por 3 horas na geladeira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.