Doria visita Piracicaba e recebe convite para conhecer a Fundação Ilumina

Nesta quinta-feira (19), o Governador de São Paulo, João Doria, esteve em Piracicaba para prestigiar a inauguração do Batalhão de Ações Especiais da Polícia (Baep) com sede na cidade. Na ocasião, estiveram presentes diversas autoridades. A presidente do Conselho administrativo da Fundação Ilumina, Dra. Adriana Brasil, participou da solenidade e, em rápido encontro com o governador, teve a chance de entregar um sumário do Hospital e da Fundação como um todo.
“Nosso projeto de Rastreio Ativo Organizado, dotado de todos os aparelhos que temos para diminuição da mortalidade por câncer em Piracicaba e região, é bastante disruptivo ao apresentar uma economia de 17 vezes nos investimentos públicos em tratamentos da doença e uma possibilidade de incremento de política pública do Estado”, comenta a Dra. Adriana. “Ao abordar o Governador do Estado, tive a oportunidade de apresentar rapidamente os detalhes do Projeto, entregar a ele uma apresentação com detalhes do nosso trabalho”, comentou
Ainda durante o rápido encontro, a Dra. Adriana Brasil convidou João Doria – que no passado visitou o complexo ainda em obras – para conhecer as instalações da Fundação, que hoje funcionam no Hospital.
Participação em programa estadual
Vale lembrar que em agosto deste ano, o Hospital Ilumina integrou o projeto Corujão da Saúde, do Governo do Estado, para atendimento a pacientes da região. Como é sabido, o objetivo do projeto estadual tem grande similaridade com o da Fundação: reduzir a fila de pacientes à espera de exames. Assim, de agosto a novembro, a Fundação realizou, somente no “Corujão”, 700 mamografias, 120 ultrassons de mama e 300 endoscopias mensais.
Sobre a Fundação Ilumina
A Fundação Ilumina é uma instituição filantrópica sem fins lucrativos fundada em 2008 por iniciativa de médicos preocupados em promover a prevenção e minimizar os impactos do diagnóstico tardio do câncer.
Os atendimentos e exames são 100% gratuitos e têm como objetivo abreviar o tempo de espera entre o aparecimento dos sintomas e o diagnóstico de câncer, uma vez que o paciente com doença inicial tem mais de 95% de chances de cura, necessitam de tratamentos menos mutiladores, são reinseridos mais rapidamente na sociedade e contemplam uma melhor qualidade de vida. A principal meta do Projeto é rastrear 100% da população de Piracicaba, nos cânceres de mama, colo de útero, pele e boca.
Informações à imprensa

Danilo Gonçalves
Comunicação Corporativa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.