Pia Sundhage faz balanço positivo da retomada dos trabalhos com a Seleção Feminina

Etapa de treinos marcou o reinício dos trabalhos presenciais com a Seleção Feminina, paralisadas devido a pandemia de Covid-19. Esta foi a segunda convocação da técnica Pia no an

A Seleção Feminina Principal encerrou, nesta terça-feira (22), o período de dez dias de preparação na Granja Comary, em Teresópolis (RJ). A etapa de treinos marcou a retomada dos trabalhos presenciais com a Seleção Feminina, paralisadas devido a pandemia de Covid-19.

Esta foi a segunda convocação da técnica Pia Sundhage no ano. Em março, a Seleção Brasileira Feminina participou do Torneio Internacional da França, quando enfrentou as seleções do Canadá, Holanda e França. Agora, em setembro, a técnica Pia Sundhage contou com 24 atletas, que atuam no futebol brasileiro. Para ela, o período foi importante para avaliar novos nomes e também trabalhar a sua filosofia de jogo.

“Aqui na Granja Comary, nós tivemos tanto atletas experientes quanto jovens, algumas dessas jogadoras estiveram aqui pela primeira vez. Foi a primeira vez que conheceram a comissão técnica, e eu gostei dessa combinação. Esses 10 dias foram muito importantes para nós repetirmos a nossa ideia de jogo. Acredito que neste período nós nos tornamos um grupo mais coeso. O fato mais importante avaliado neste período é o entendimento do nível de velocidade de jogo que nós queremos, isso é algo que elas irão levar para o seus clubes”, destaca Pia.

Treino da Seleção Feminina Principal na Granja Comary – 20/09/2020 Treino da Seleção Feminina Principal na Granja Comary – 20/09/2020
Créditos: Thais Magalhães/CBF

Ao todo, foram oito novidades, que somadas dão um total de 54 atletas já observadas pela comissão técnica. Para a técnica Pia Sundhage, o período foi importante para avaliar as atletas em diferentes posições no time. A versatilidade é algo buscado pela treinadora sueca, já que visando os Jogos Olímpicos de Tóquio, ela busca jogadoras que cumpram diferentes funções dentro do seu estilo de jogo.

“Algumas jogadoras se comparadas ao primeiro treino com o último, melhoraram muito, especialmente, quando jogamos 11 x 11. Nós mudamos algumas jogadoras de posição e isso foi interessante, especialmente com as novas atletas. Em especial, quando se trata das novas jogadoras é fácil ter um novo olhar, mas também é preciso ter esse mesmo olhar com as mais experientes. Essa combinação nos proporcionou bons dias aqui na Granja Comary”, destaca.

Jogo-treino da Seleção Feminina Principal na Granja Comary Jogo-treino da Seleção Feminina Principal na Granja Comary
Créditos: Thais Magalhães/CBF

Além do período de treinamentos, a convocação da Seleção Feminina contou com episódios extra-campo, fatos que deixaram a retomada dos trabalhos ainda mais especiais. Além da visita de uma arara canindé durante o jogo-treino, a técnica Pia Sundhage viralizou na internet ao interpretar uma paródia da música “Anunciação”, de Alceu Valença. A sueca revelou, durante a coletiva de imprensa, que a música tem um significado que se relacionada com a trajetória que o futebol feminino está escrevendo no Brasil.

“Quando se trata do “Tu vens” (Anunciação), eu de fato acredito que essa música se tornou algo a maior que só uma música, se tornou algo que nós desejamos, algo que está acontecendo agora mesmo e eu posso realmente sentir isso. Estão nos vendo! Nesse país, nós temos meninas e mulheres jogando e envolvidas no futebol, e não é só, elas também têm voz. Não será apenas uma medalha de ouro ou qualquer outra medalha, não é apenas disso que se trata, mas sim da atitude, porque nós estamos em busca dos nossos sonhos, então essa canção “Tu vens” (Anunciação) mostra que os sonhos se tornam realidade”, conclui.

Treino da Seleção Feminina Principal na Granja Comary – 21/09/2020 Treino da Seleção Feminina Principal na Granja Comary – 21/09/2020
Créditos: Thais Magalhães/CBF
Outras respostas da coletiva de imprensa:

Próxima Data FIFA:

“Sobre a nossa próxima Data FIFA, é claro que nesses próximos dias não sabemos o que pode acontecer, mas temos um plano A, B e C. Eu tenho certeza absoluta que a CBF fará que algum desses planos aconteça. Agora, tivemos a chance de ver e avaliar as jogadoras que atuam no Brasil, e esperamos que nos próximos momentos tenhamos a chance de contar com as jogadoras que atuam na Europa, China ou Estados Unidos. Vamos ver, nós estaremos preparadas para o que vai acontecer”.

Seleções europeias tiveram jogos nesta Data FIFA:

“Na Europa, as seleções estão jogando as qualificatórias para a Eurocopa, então elas realmente têm compromissos de jogos. Isso é uma vantagem se comparada ao que nós estamos fazendo agora mesmo. No entanto, nós não podemos fazer nada quanto a isso, o que podemos fazer é o que exatamente estamos fazendo agora. Nós não estamos competindo contra outra seleção, nós estamos competindo dentro do nosso time, brasileiras x brasileiras, e se você realmente gosta de competir, você também desenvolve o seu jogo. Isso é o que nós podemos fazer. Eu posso competir contra mim mesma, as jogadoras podem competir entre elas, mas precisamos tentar melhorar o nosso jogo o máximo possível. A vida não é justa, na verdade, agora mesmo é mais fácil ser treinadora na Europa, porque elas têm as qualificatórias, estão juntas, já têm a ideia de jogo. Nós estamos tentando fazer o nosso melhor e esse período de treinamento é uma maneira de fazer isso. Eu estou muito feliz que estivemos aqui por dez dias”.
Período de observação no Brasileirão Feminino A-1:

“Eu e Bia assistimos alguns jogos do Brasileirão Feminino o que é muito importante. Há uma coisa que eu preciso enfatizar, mesmo que uma atleta esteja na Seleção, ela não pode ter isso como garantia, e mesmo que uma atleta não esteja na Seleção, sempre há uma chance. Então, essa é a razão pela qual estamos assistindo aos jogos e nós tivemos algumas jogadoras que nunca estiveram na Seleção Brasileira antes. O que eu vi é a energia e que elas estão, são muito curiosas em relação ao que está acontecendo agora mesmo, porque o estilo sueco é um pouco diferente, e eu acredito que isso seja legal. Então, se elas conseguirem manter isso sempre que estiverem aqui, manter a energia e estiverem curiosas sobre os próximos passos, tendo boas performances, elas irão voltar. No Brasileirão, a grande diferença entre os jogos da competição, independente dos confrontos, e o 11 x 11 que jogamos aqui na convocação, é a velocidade dos jogos. Essa é a diferença entre os times, independentemente se estamos comparando o Lyon com a Seleção da França na Copa do Mundo. A velocidade do jogo é a diferença e é isso que temos que ajustar todas as vezes que temos uma convocação. Temos atletas que não foram convocadas agora, mas temos uma série de jogos e elas terão uma chance. Então se você é uma boa jogadora e, se tenta ser competitiva e curiosa para melhorar o seu jogo, você terá uma chance”.
CBF

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.